Que je tombe tout le temps?

Dir: Eduardo Williams
Mostra: Anacronias
15' . 2013 . França

Sinopse

Procurando por uma semente, um jovem sobe do subterrâneo onde passa o tempo com seus amigos. Todos eles embarcam em uma longa viagem digestiva.

Classificação 14 anos

Exibição: 17 de novembro às 17h

Ficha técnica

Le Fresnoy – Studio national des arts contemporains, Kazak Productions
/ Companhia produtora

Eduardo Williams
/ Roteiro

Julien Guillery
/ Fotografia

Gautier Lanedolis, Simon Apostolou
/ Som

Eduardo Williams
/ Montagem

Gautier Lanedolis, Eduardo Williams
/ Edição de som

Nicole Payen, Omar Bensmail, Rachid Youcef, Nahuel Perez Biscayart, Mohamed Lamine-Fofana
/ Elenco

Festivais e Prêmios

  • Quinzena dos Realizadores – Festival de Cannes 2013

teddywill@gmail.com
/ CONTATO

Eduardo Williams

Nasceu em 1987 na Argentina e estudou na Universidade de Cinema de Buenos Aires antes de ingressar na Le Fresnoy - Studio national des arts contemporains, na França. Dirigiu curtas como Tan atentos (2011), Pude ver un Puma (Festival de Cannes 2011), Que je tomve tout le temp? (2013) e Allons-y! (2016). O auge do humano, seu primeiro longa, recebeu um Leopardo de Ouro na mostra Cineastas do presente, no Festival de Locarno 2016, além do prêmio de melhor filme no Janela Internacional de Cinema do Recife.