COMISSÃO DE PRÉ-SELEÇÃO

BERNARDO OLIVEIRA
Bernardo Oliveira é professor adjunto da Faculdade de Educação da UFRJ, pesquisador, crítico de música e cinema, produtor. Desenvolve projeto de pesquisa sobre o filósofo francês Gilbert Simondon. Coordena o curso de extensão “Arte e Devir, Arte do Devir”. É colaborador do GEM – Grupo de Educação Multimídia (Letras/UFRJ) e do LISE – Laboratório do Imaginário Social e Educação (Educação/UFRJ). Produtor e curador do evento de música experimental Quintavant e do selo QTV. É autor do livro Tom Zé – Estudando o Samba.

BEÁ MACHADO
Beá Machado é cineclubista, produtora e fotógrafa. Organiza o movimento cine OESTE, trabalha com arte educação edesenvolve projetos sobre memória/imagem da Zona Oeste. Cursou Letras/Literaturas pela UFRJ onde desenvolvia projetos e pesquisas sobre cinema e semiologia. Atualmente se dedica ao cinema como instrumento de luta na defesa dos Direitos Humanos.

DIEGO BION
Diego Bion é produtor, cineclubista e curador. Produziu e dirigiu vídeos para a Fundação Roberto Marinho e o Canal Futura. É responsável pela curadoria e programação do Iguacine – Festival de Cinema da Cidade de Nova Iguaçu, e atua na coordenação geral, produção e curadoria do Cineclube Buraco do Getúlio desde 2006.

ELA BITTENCOURT
Ela Bittencourt é escritora, crítica e curadora de cinema. Seus artigos e entrevistas sobre cinema e arte são publicados em diversas revistas internacionais, entre elas Artforum, Film Comment, Frieze, Village Voice e Sight & Sound. Bittencourt participou de vários festivais internacionais como jurada, coordenadora de debates e membro de comitês, entre eles Sheffeld Doc/Fest, CPH: Dox, DokuFest, FICValdivia e Sundance.

JANAÍNA OLIVEIRA
Janaína Oliveira é pesquisadora, doutora em história pela PUC-Rio e professora no Instituto Federal do Rio de Janeiro, onde coordena o Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígena (NEABI). Realizou curadorias para festivais no Brasil, Cabo Verde, Burkina Faso e EUA. É curadora do Encontro de Cinema Negro Zózimo Bulbul e professora visitante no Departamento de Estudos Africanos da Universidade de Howard (EUA). Faz parte da APAN. É coordenadora do FICINE, Fórum Itinerante de Cinema Negro.

JORDANA OLIVEIRA
Jordana Oliveira é produtora audiovisual e pesquisadora. Mestre em Comunicação- Mídia e Cultura pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Sua pesquisa se concentra em questões que circunscrevem e atravessam os domínios do documentário contemporâneo brasileiro, do filme-ensaio e do cinema latino-americano. Em 2018, foi assistente de produção executiva do 5° Icumam Lab – Laboratório de fomento à produção audiovisual no Centro-Oeste e do 11° Cinema Popular, circuito itinerante de exibição de filmes nacionais de longa-metragem em Goiás.

KAREN BLACK
Karen Black, formada em cinema pela UFF, dirigiu cinco curtas metragens, é montadora, roteirista e curadora de cinema. Foi uma das criadoras do cineclube Cachaça Cinema Clube, e atualmente programa os curtas metragens do Festival de cinema luso-brasileiro de Santa Maria da Feira e organiza-se para a resistência.

LUANA CABRAL
Luana Cabral é pesquisadora e realizadora de cinema, mestranda em Cinema na UFF e graduada em Cinema pela UFES. Co-dirigiu os curta Os segredos que a cal esconde (2015, prêmios de Melhor Construção de Narratividade e melhor documentário do III MOV) e 203 (2016, Mostra de Tiradentes). De 2016 a 2018 integrou a equipe de curadoria do Festival de Cinema de Vitória, no Espírito Santo. Atualmente atua no apoio administrativo do Brazilian Film and Video Preservation Project (BFVPP), idealizado por Vivian Ostrovsky.

MARCELO MIRANDA
Marcelo Miranda é jornalista, pesquisador, crítico e curador. Escreve na revista Cinética. Escreveu na Interlúdio, Filmes Polvo, Teorema, Filme Cultura, Revista de Cinema e Continente e nos jornais O Tempo, Estado de Minas, Estado de S. Paulo, Valor, Zero Hora e Folha de S. Paulo. Co-organizador de Revista de Cinema – Antologia (1954-57/1961-64). Mestre em Comunicação pela UFMG.

MARIANA CUNHA
Mariana Cunha é pesquisadora de pós-doutorado na área de cinema e cultura visual na Universidade Federal de Pernambuco. É doutora em cinema pela Birkbeck, University of London e organizou os livros Space and Subjectivity in Contemporary Brazilian Cinema (Palgrave Macmillan, 2017) e Human Rights, Social Movements and Activism in Contemporary Latin American Cinema (Palgrave Macmillan, 2018).

REBECCA JOVIANO
Rebecca Joviano é produtora e diretora na Memory Audiovisual e na Mero Filmes. Tem trabalhos premiados, como a ficção Alma crespa, um dos vencedores do concurso de curtas IberCulturaViva 2017, realizado pela da UNESCO. Seu mais recente trabalho como produtora, o documentário Pura mensagem, estreia na Mostra Hors Concours do Festival do Rio 2018.

SAMUEL LOBO
Samuel Lobo dirigiu os curtas Umas & outras (2018), O olho do cão (2017) e Noite escura de São Nunca (2015). Foi editor e curador do Porta Curtas e do Canal Curta! entre 2012 e 2016, além de integrar a equipe do Cinerama Cineclube e da Sessão Corsário. Atualmente prepara seu primeiro longa-metragem de ficção, Dias de cólera.

TALITA ARRUDA
Talita Arruda atua desde 2009 nas áreas de curadoria, distribuição, programação e exibição de flmes nacionais. Atualmente coordena o projeto de distribuição Sessão Vitrine Petrobras, dentro da Vitrine Filmes.

ZECA FERREIRA
Zeca Ferreira é formado em história pela Unicamp, com mestrado em Cinema pela USP, tendo trabalhado nas áreas de direção e produção de cinema e televisão pelos últimos 18 anos. Estréia como diretor no ano de 2009, tendo realizado desde então quarto curas-metragens, um média e um longa-documentário para TV. No segundo semestre de 2018, filma o seu primeiro longa, Noites de alface, baseado no romance de Vanessa Barbara