o chalé é uma ilha batida de vento e chuva

Dir: Letícia Simões

94' . 2018 . RJ/RJ

Mostra:

Sinopse

Tomando como inspiração a vida e a obra do escritor paraense Dalcídio Jurandir, o flme elabora uma sensível costura entre tempos, lugares e modos de narrar. A jornada do romancista enquanto inspetor escolar na década de 1930, a subir e descer o rio, ficou registrada em cartas enviadas à sua família. Esses relatos são personifcados na voz da diretora Letícia Simões e impressos sobre uma paisagem contraditoriamente atemporal, ecoando a difícil vida das pessoas que ali residem e tornando-se uma espécie de guia poético de navegação rumo a um Brasil ainda desconhecido.

Classificação livre

Exibição
Sesc São Gonçalo - Quinta, dia 22, às 14h
Sesc Tijuca - Quinta, dia 22, às 18h
Estação Net Botafogo 1 - Sábado, dia 24, às 19h - com a presença da diretora
Sesc Madureira - Domingo, dia 25, às 10h - com a presença da diretora
Sesc Nova Iguaçu - Terça, dia 27 às 14h
Sesc São João - Terça, dia 27 às 16h
Confira a programação completa

Ficha técnica

Matizar Filmes
/ Companhia produtora

Mariana Ferraz
/ Produção executiva

Laura Aragão
/ Produção

Letícia Simões
/ Fotografia

Eduardo Chatagnier
/ Montagem

O Grivo
/ Edição de som

Festivais e Prêmios

  • Cinélatino Toulouse 2018 (França)
  • Olhar de Cinema 2018 | Prêmio Olhares Brasil de melhor longametragem e Prêmio Looke de Distribuição
  • Festival Internacional de Mulheres 2018
  • Pirenópolis DOC 2018
  • Mostra Ela Faz Cinema 2018 | Prêmio de melhor longa-metragem

mariana@matizar.com.br
Mariana Ferraz
/ CONTATO

Letícia Simões

Letícia Simões nasceu em Salvador, em 1988. É Mestre em Cine-Ensayo pela EICTV e Mestre em Estudos Contemporâneos das Artes pela UFF. Sua área de trabalho no audiovisual compreende estratégias documentais, escrita criativa e cinema de ensaio. Como diretora e roteirista, assina os longasmetragens documentais Bruta aventura em versos Tudo vai ficar da cor que você quiser.