DEBATE 39 – ENCENANDO FUGA

Exibição

06 de julho de 2021 às 20h

Sobre

Maya Guedes (PITAR), Lucas Wickhaus (SÃO PAULO É OUTRA COISA), Vinícius Oliveira (SÃO PAULO É OUTRA COISA). Mediação: Caique Mota Cavalcante (Curadoria)

Debatedores

Maya Guedes - PITAR

28 anos, pessoa não binarie. Existindo no Grajaú, zona sul de São Paulo, atrize no Coletivo Entre Vielas de Teatro e comunicador e pós produtore no Coletive Transferência de audiovisual, além de ser inseride na educação social pelo Circo Social do Grajaú. Maya vem desenvolvendo trabalhos com audiovisual desde 2017, e ganhou com PITAR o edital de seleção de curtas da SPCine em 2020.

Lucas Wickhaus e Vinícius Oliveira (SÃO PAULO É OUTRA COISA)

Lucas Wickhaus é artista que tenta se mover entre o gatilho e a tempestade. Sempre na tentativa de dar forma, se utilizando de múltiplas linguagens, a questões que deveriam ser de todas NÓS.

Vinícius Oliveira tenta ser ator, fotógrafo e outras coisas.

Caique Mota Cavalcante

Graduação em História da Arte Universidade Federal do Rio de Janeiro 2018-2022, Laboratório Geru Maã (IFCS-UFRJ 2019.1), Pesquisa acadêmica em arte e estética africana Curso Arte, Ação e Pensamentos Anticoloniais (MAR-2019.2). Pensar estratégias de luta e superação à colonialiedade Escrita Afrofuturista e Cyberperiferica (UNIperiferias – IMJA 2019.1), Produção de roteiro audiovisual Laboratório Experimental dos Sentidos (Umacine – 2020.2), curso ministrado e oferecido pela cineasta carioca Úrsula Marini, tendo como proposta estimular os participantes, a partir de suas memórias, desenvolver um processo próprio e subjetivo de criação. Oficina de preservação audiovisual: Memórias Pretas em Movimento (Instituto Moreira Salles – 2020.2), Cineclube Cinema Negro (Galpão Bela Maré – 2019.2), onde propôs debates sobre a produção negra no audiovisual Bienal de Artes da Escola de Belas Artes (UFRJ 2019.2). Críticas publicadas no catálogo da exposição Lanterna Mágica (Arquivo Nacional 2019.2). Desenvolvimento de roteiro fílmico com imagens de arquivo Programa de Capacitação em mídias digitais para produção audiovisual (Escola de Cinema Darcy Ribeiro). Curadorias em Perspectivas (Instituto Tomie Ohtake 2020.2). Organização de um debate sobre a história da curadoria e suas transformações, com foco em práticas e abordagens curatoriais outras, que fujam as noções hegemônicas. Entreolhares universitário (Itaú Cultural 2020.2), abordando diferentes aspectos do campo das artes visuais.