MAPA AO TESOURO [para meu filho não perder a sua criança]

2′ | 2020 | São Paulo do Potengi (RN)

Direção

Stéphanie Moreira
Mapa ao Tesouro_Cartaz

SINOPSE

Mapa ao tesouro é um vídeo poesia sobre maternância, sobre como encontrar magia e abundância entre dois. Filmado no agreste potiguar, São Paulo do Potengi foi o cenário onde a poesia de Stéphanie Moreira se transmutou para o audiovisual. A artista registrou o cotidiano do isolamento social com seu filho Tito Mariano com os recursos de um celular e um tripé, contou com o trabalho de montagem e edição de Mariana Brindjam e paisagem sonora de Kleber Moreira, para recontar o fragmento 1 da poesia de mesmo nome.

CLASSIFICAÇÃO

Livre

EXIBIÇÃO

11 a 18 de maio de 2021

FICHA TÉCNICA

PRODUÇÃO EXECUTIVA: Stéphanie Moreira

ROTEIRO: Stéphanie Moreira

FOTOGRAFIA: Stéphanie Moreira

SOM: Kleber Moreira

DIREÇÃO DE ARTE: Stéphanie Moreira

FIGURINO: Stéphanie Moreira

MONTAGEM E EDIÇÃO: Mariana Brimdjam

FESTIVAIS E PRÊMIOS:
Mostra de Cinema Poti-Cultural Sesc RN 2020
Festival Cine Fone 2020 – Categoria experimental
Menção honrosa de melhor filme performativo de até 10 minutos no Festival Cine Fone 2020

CONTATO: @acobraveia

Stéphanie Moreira_Foto Divulgação

Stéphanie Moreira

MINI-BIO

Mulher preta e mãe, macumbeira, militante do movimento negro, capoeirista angoleira. Brotei do chão no agreste potyguar. Poeta, tenho insistido em não perder novamente minha voz. Escura demais, arredia, digo verdades desafinadas, minha música não sei por onde anda, mesmo assim eu danço. Performer, meu corpo fala nas ruas, no mato, nas encruzilhadas, sobre as proibições que pesam sobre os corpos de mulheres negras. Também antropóloga, trabalho sobre a criação de memórias por populações subalternizadas no Brasil.