SESSÃO 26 – PRESERVAÇÃO IDENTITÁRIA: SOMOS A BIODIVERSIDADE

23 a 30 de março de 2021

Curadoria

Aldeia Camikwã
br_coracoes

Sobre

#SOMOSAMAZÔNIA levanta vários pontos que nos chamam a atenção: a biodiversidade, a importância dos povos da floresta nesse processo de preservação, o incentivo à sustentabilidade com manejos sem degradação na floresta, assunto esse que tem que ser fomentado em muitas regiões, mostrando que há sim como viver em dois mundo, o mundo dentro da floresta e ao redor dela, como a menção à Chico Mendes.

Já o filme NÃO SOU BRANCO, SOU PRETO nos mostra o medo da auto-aceitação, de se levantar culturalmente, lavar a alma e ser feliz como se deve ser, saber lidar com a diferença, aceitar e lutar bravamente contra todos os preconceitos, mostrando como se encontrar muda a vida, assunto que devemos debater em conjunto.

As obras dialogam na busca de representatividade e o que fazer para que isso gere um impacto social positivo. A relação dos filmes com a Aldeia Camikwã está na valorização identitária, na sede de dizer: somos indígenas e não precisamos nos esconder ou ter vergonha. Temos muitas riquezas naturais para trabalhar sem degradar nossas florestas, precisamos de incentivo, precisamos de parceiros para preservar nossas aldeias.

Filmes e debate

NÃO SOU BRANCO, SOU PRETO

12” | 2019 | Brasília – DF

Direção

João Inácio

Classificação

Livre

#SOMOSAMAZÔNIA

12” | 2019 | Brasília – DF

Direção

João Inácio

Classificação

Livre

PRESERVAÇÃO IDENTITÁRIA: SOMOS A DIVERSIDADE

30 de março de 2021 às 20h

Debatedores

Lucas de Jesus (NÃO SOU BRANCO, SOU PRETO), Rayane Penha (jornalista e realizadora). Mediação: Kanynary Apurinã (liderança indígena e curadoria)

Classificação

Livre