SESSÃO 35 – NOVOS NORTES

01 a 08 de junho de 2021

Curadoria

Rayane Penha
Curadoria Ray Penha

Sobre

Quando pensei nessa sessão, quis aproveitar a oportunidade de estar ocupando um lugar de curadoria em um espaço como o da SEMANA SEMANA e trazer para cá outras perspectivas de olhares cinematográficos do Norte do Brasil. Sinto que ocupar esse lugar com o cinema amapaense é uma oportunidade única de mostrar a potência do nosso cinema e de nossas existências, de que o Amapá e a arte amapaense existem e resistem.
Ocupar esse espaço e trazer os meus é firmar um processo que desde o inicio não é somente meu, mas nossos. Estar nessa tela com as nossas existências, com nossos jeitos, falas, olhares, comidas, cores… Para essa sessão escolhi dois filmes que falam de nós a partir de perspectivas que podem parecer distintas, mas que são complementares ao meu ver.
Açaí, curta de ficção do diretor André Cantuária que traz de forma cômica um cotidiano das famílias amapaenses que tem o açaí como alimento principal em suas mesas, apesar de hoje o açaí ser bastante exportado e amplamente consumido em outros territórios, muitos desconhecem as origens do fruto e a relação de consumo e sobrevivência que ele significa para os povos da Amazônia brasileira. Xandoca é um documentário dos diretores indígenas Davi Maworno que é amapaense e Tukumã do povo do Xingu, o documentário foi realizado na aldeia de Santa Isabel localizada no município de Oiapoque, fronteira entre Amapá e Guiana Francesa. A ligação entre Xandoca e Açaí é o papel que os dois exercem ao preservar nossas memórias, Xandoca traz isso em sua existência e nos ensina e importância da produção de memória, assim como André faz em Açaí ao trazer no Dionlenon “o jeito de ser do povo daqui”.
Não há nada mais o universal do que quando falamos de nós de forma genuína!

Filmes e debate

AÇAÍ

18′ | 2020 | Macapá (AP)

Direção

André Cantuária

Classificação

Livre

XANDOCA

13′ | ano 2019 | Macapá (AP)

Direção

Davi Marworno

Classificação

Livre

NOVOS NORTES

08 de junho de 2021 às 20h

Debatedores

André Cantuária (AÇAÍ), Davi Marworno (XANDOCA) e Rayane Penha (Curadoria)

Classificação

Livre