Sève/Seiva

11' | 2010 | Haiti

SINOPSE:Quando menos se espera, o encontro acontece e traz consigo muitos sonhos, uma adolescente encontra ou reencontra mistérios do vodu haitiano.

CLASSIFICAÇÃO  ETÁRIA: 14 ANOS

FICHA TÉCNICA 

/ COMPANHIA PRODUTORA: CINESOFIA

/ ROTEIRO: LOUISE BOTKAY E  O COLETIVO DOS ATORES DO FILME

/ FOTOGRAFIA: LOUISE BOTKAY

/ SOM: LOUISE BOTKAY

/ MONTAGEM: LOUISE BOTKAY E NATALIE VIGNERES

/ MIXAGEM: REMI STENGEL

FESTIVAIS E PRÊMIOS: 

Mostra do Filme Livre 2016

Festival Cachoeira.Doc 2016
Festival do Musée de l’Homme 2012 Paris
Festival Semana dos Realizadores 2011
Prêmio: Menção Honrosa no Janela Internacional do Recife 2011

CONTATO: louizebotkay@gmail.com

Louise Botkay

Louise Botkay se formou na Escola Nacional de Cinema da França (FEMIS), realiza seus filmes desde 2003 em países como Haiti, Congo, Níger, Chad, Holanda, França e Brasil. Usando diferentes mídias, como o telefone celular, vídeo e película super-8, 16mm e 35mm, revelados artesanalmente. Seus trabalhos foram selecionados e premiados em festivais de cinema, como Festival de Oberhausen, Semana dos Realizadores, Fid Marseille, Festival Kinoforum, Rencontres internacionales Paris Berlin, Fespaco, Festival Janela Internacional de Recife. Expôs seus trabalhos no MAM-RJ, galeria A Gentil Carioca, Christopher Grimes Gallery, Videobrasil, entre outros. Recebeu o prêmio E-flux na competição internacional do Festival de Oberhausen 2016. Seu filme VertièresI II III foi eleito um dos dez melhores filmes de 2015 pela revista Artforum na seleção da curadora e teórica Nicole Brenez. Em 2016 recebeu uma sessão retrospectiva na Mostra do Filme Livre, um prêmio pela obra e uma retrospectiva de seus filmes abriram o festival Cachoeira.doc. Em 2018 teve uma sessão Profile com curadoria de Lisette Lagnado no festival internacional de Oberhausen, seu trabalho mais recente, Um filme para Ehuana recebeu um prêmio do ministério da cultura do estado da Renânia do Norte-Vestfália – Alemanha.